Novo ebook disponível: Pesquisa em comunicação – metodologias e práticas acadêmicas

9 06 2016

Confira o novo ebook disponibilizado pela Edipucrs, Pesquisa em comunicação – metodologias e práticas acadêmicas, que reúne diversos artigos pertinentes à pesquisa de comunicação.

 

PARTE I – ESTUDOS DO CAMPO DA COMUNICAÇÃO: ENSINO E PESQUISA

  • METODOLOGIA DA PESQUISA EM COMUNICAÇÃO:
    ESTUDO BIBLIOGRÁFICO EM DISCIPLINAS DE PÓS-GRADUAÇÃO – Cláudia Peixoto de Moura
  • CECOM: MARCOS DE UMA TRAJETÓRIA NO
    ESTUDO DO CAMPO DA COMUNICAÇÃO – Richard Romancini

PARTE II – QUESTÕES EPISTEMOLÓGICAS NA PESQUISA EM COMUNICAÇÃO

CAPÍTULO I – REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DO PESQUISADOR

  • APRENDER METODOLOGIA ENSINANDO PESQUISA:
    INCIDÊNCIAS MÚTUAS ENTRE METODOLOGIA PEDAGÓGICA
    E METODOLOGIA CIENTÍFICA – José Luiz Braga
  • PROPOSTA DE UM MODELO METODOLÓGICO
    PARA O ENSINO DA PESQUISA EM COMUNICAÇÃO – Maria Immacolata Vassallo de Lopes
  • METODOLOGIA COMO DISCIPLINA: ESTRATÉGIAS
    PEDAGÓGICAS ADOTADAS EM SALA DE AULA – Marco Roxo
  • A AUTORIA NA ELABORAÇÃO DE UMA TESE – Eugenia Mariano da Rocha Barichello

 

CAPÍTULO II – REFLEXÕES SOBRE A PRODUÇÃO DA PESQUISA

  • O OBJETO E A PESQUISA EM COMUNICAÇÃO:
    UMA ABORDAGEM RELACIONAL – Vera Veiga França
  • CARTOGRAFIA NA COMUNICAÇÃO: QUESTÕES DE
    MÉTODO E DESAFIOS METODOLÓGICOS- Nísia Martins do Rosário
  • A PLURALIDADE DE MODELOS INTERPRETATIVOS
    NAS CIÊNCIAS HUMANAS E O LUGAR DA COMUNICAÇÃO – Marialva Carlos Barbosa
  • QUESTÕES METODOLÓGICAS NA CONSTRUÇÃO
    DE PESQUISAS SOBRE APROPRIAÇÕES MIDIÁTICAS –  Jiani Bonin

CAPÍTULO III – REFLEXÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA DE PESQUISA

  • ANÁLISE DE DISCURSO COMO MÉTODO
    DE PESQUISA EM COMUNICAÇÃO –  Marcia Benetti
  • AS MÍDIAS COMO METÁFORAS NARRATIVAS:
    APONTAMENTOS SOBRE A NECESSIDADE METODOLÓGICA
    DE NÃO DESPREZAR AS TEXTUALIDADES – Carlos Alberto de Carvalho
  • MÉTODOS DE PESQUISA QUALITATIVA
    APLICADA À COMUNICAÇÃO RADIOFÔNICA – Marcelo Kischinhevsky
  • REFLEXÕES SOBRE O VALOR HEURÍSTICO DO USO DA
    EXPERIÊNCIA PESSOAL NA FORMALIZAÇÃO TEÓRICA
    DA ESPECTATORIALIDADE FÍLMICA – Mahomed Bamba




Datas de entrega do TCC em 2016/1

17 02 2016

SÉTIMO PERÍODO – Turma 2016/1

  • 06/06– Protocolo TCC do sétimo período (orientações para a entrega serão enviadas pela coordenação)
  • 13/06 a 17/06– Bancas de qualificação de TCC
  • 27/06 – Protocolo final dos trabalhos em rebanca




7 dicas para ter uma relação de amor com seu orientador

12 09 2014

Post do site Portal TCCendo, com dicas úteis de como manter uma relação saudável e produtiva durante a execução do trabalho de conclusão de curso.

1 – Prazos: o fogo da paixão.

Programe-se e respeite, como nunca, os prazos que seu orientador estabeleceu. Agradeça por ele se preocupar com seu trabalho e ainda te dar prazos!

2 – Apresentação impecável: amor à primeira vista

Apresente um material decente (no formato, na redação, no uso das normas da ABNT) TODAS as vezes que você precisar enviar qualquer pedacinho do seu trabalho para o orientador. Ele vai ficar emocionado, acredite.

3 – O Trabalho é seu, não dele: vida própria

Pesquise, traga ideias, mostre-se interessado. Seu orientador não orienta só você, ele precisa orientar muitos outros alunos. Lembre-se: ele está ali para ORIENTAR, não para fazer o trabalho para você.

Continue lendo »





Cronograma das bancas de TCC

29 07 2014

Caros alunos,

Seguem os prazos do trabalho de conclusão de curso na disciplina de “Projetos em Comunicação II”, do oitavo período, para o semestre de 2014/2.

OITAVO PERÍODO

Bancas públicas de defesa

  • protocolo: 03 de novembro de 2014
  • bancas: 17 a 21 de novembro de 2014
  • rebancas: deverão ser marcadas com o orientador

 





Cronograma de bancas de qualificação em 2014-1

29 05 2014

Prezados,

Em anexo, o cronograma das bancas de qualificação de trabalho de conclusão de curso em Jornalismo.





318 livros sobre comunicação para download

24 02 2014

Site “Referência Digital” disponibiliza 318 livros sobre comunicação, redes sociais, jornalismo e WEB 2.0 para download.  Há obras de autores relevantes na pesquisa em Comunicação, como Pierre Levy, Raquel Recuero, André Lemos e Mark Briggs.

Abaixo, algumas indicações de obras disponíveis, organizadas por temas de interesse:

Cibercultura 

 

Redes sociais e mobilidade

 

Convergência midiática

 

Estudos de televisão

 

Comunicação e política

 

Gêneros jornalísticos

 

Radiojornalismo

Documentário





Como inserir a pesquisa na vida cotidiana – dicas práticas (atualizado)

6 02 2014

Texto elaborado pelo professor Rafael Schoenherr em 2009 e atualizado pelos professores Maura Martins e Hendryo André em 2014.

Como inserir a pesquisa na vida cotidiana (e tornar o TCC menos ‘opressor’)

1 – Reserve um tempo diário para leitura e fichamento relativo ao TCC. Os dias perdidos agora se tornam irrecuperáveis no segundo bimestre. Fixe prioridades e prazos para as leituras.

2 – Selecione um tempo semanal para verificar novas bibliografias (biblioteca, livraria, periódicos científicos na web, anais de congressos, eventos afins, pastas no xerox).

3 – Crie uma rotina diária de anotações sobre o objeto de pesquisa em caderno ou bloco (o importante é que seja portátil, prático e facilite a organização do TCC na hora da escrita). Releia regularmente as anotações e as reorganize (no papel ou no computador).

4 – Sumarize a pesquisa (os tópicos de discussão que serão desenvolvidos em cada ‘parte’ do tcc).

5 – Relacione periodicamente as partes da pesquisa. Às vezes a resposta para gerar uma questão de pesquisa está em lembrar (simultaneamente) algumas técnicas de pesquisa de campo possíveis ou um enfoque teórico pertinente. O problema surge de um contato, no mínimo, entre realidade jornalística e conhecimento teórico disponível.

6 – Crie um modo de arquivar as idéias já separadas em delimitação/problema, objetivos, justificativa, metodologia, fundamentação teoria e delineamento do produto.

7 – Releia anotações ‘antigas’ de outras disciplinas, que podem render, ao menos, sugestões bibliográficas.

8 – Discipline a produção. Não deixe para escrever o texto em ‘uma sentada só’. Arquive trechos. Exercite a reescrita. Crie uma disciplina de parágrafos por semana.

9 – Para exercitar o ‘recorte’, tente escrever um resumo do teu projeto de pesquisa em cinco linhas.

10 – Estabeleça um cronograma de trabalho, baseado em coisas que você precisa saber/ler/observar/verificar/explorar.

11 – Mantenha arquivos físicos e virtuais (email) dos textos do TCC (cópias).

12 – Separe uma pasta (física e/ou virtual) em que possa armazenar materiais úteis ao tcc, como artigos, capítulos, matérias de jornal, anotações, fichamentos. Se a pasta ficar em um lugar visível e acessível, melhor…

13 – Procure consumir religiosamente produtos jornalísticos da área de atuação ou do nicho de mercado que vai explorar. Isso faz parte do garimpo e pode resultar em boas percepções sobre demandas de informação e estratégias de produção. Um formato sempre continua outro…

14 – Utilize o tempo ‘livre’ uma vez por semana de TCC para leitura e/ou produção. Defina o melhor espaço para isso (casa, biblioteca, campo, piscina).

15 – Anote os ‘termos’ principais da tua pesquisa. Isso facilita manter o foco na pesquisa bibliográfica.

16 – Consulte as pastas de outros professores de disciplinas afins ao tema do TCC no Xerox. Pode render ótimas recomendações bibliográficas.

17 – Mantenha sempre ‘em mãos’ a última versão do projeto de TCC. Releia de forma crítica.

18 – Cuidado com as versões de arquivos do TCC. Crie uma organização que facilite sempre buscar o mais atual.

19 – Reescreve regularmente os objetivos de pesquisa durante o primeiro bimestre. Eles precisam tornar claro o que exatamente vai ser pesquisado durante o TCC e com qual finalidade (fazer x para conhecer y). Cada objetivo é uma promessa.

20 – Do ponto de vista prático, quais seriam as etapas para a elaboração do produto pretendido? Anote e procure revê-las semanalmente. Dessa ‘linha produtiva’ podem sair os principais conceitos (sobre jornalismo!) da pesquisa, ou ao menos um bom cronograma.

Atualizações feitas em fevereiro de 2014

21 – Tire  bom proveito das plataformas úteis aos pesquisadores. Por exemplo, o site Pocket possibilita que se salve todos os links importantes para a sua pesquisa (como textos e vídeos), sem que você tenha o trabalho de salvá-los em computadores ou pendrives.

22 – Não corra o risco de perder o que você fez em computadores que emperram ou pendrives contaminados por vírus. Crie o hábito de enviar diariamente seu texto modificado para plataformas como Dropbox ou Copy. Em tempos de vida digital, a desculpa de “perdi o original do meu trabalho” apenas revela ingenuidade e inexperiência.

23 – Todo pesquisador deve ter sempre em mãos uma caderneta para anotar todos os “insights”. No período em que respiramos a pesquisa, eles podem surgir em qualquer lugar. Acredite: as anotações nessa caderneta serão absolutamente úteis na hora de escrever.